segunda-feira, 18 de março de 2013

Nebulosa Roseta

José Carlos Diniz

quinta-feira, 14 de março de 2013

M46 e M47

José Carlos Diniz

segunda-feira, 11 de março de 2013

IC 2944

José Carlos Diniz

sexta-feira, 8 de março de 2013

No Coração do Escorpião



(Sky and Telescope/ Cienctec) A imagem acima foi feita pelo já famoso astrônomo Babk A. Tafreshi e mostra o campo profundo de uma das regiões mais colorida com diversas nebulosas da Via Láctea. Essa região se localiza na borda entre as constelações de Ophiuchus e Scorpius.

A foto acima foi feita com uma máquina Canon EOS 5D Mark II modificada e com uma lente de 200 mm. O tempo de exposição total para a obtenção dessa bela imagem foi de 40 minutos em f/3.5 e ISSO 3200.

quinta-feira, 7 de março de 2013

IC 2177

José Carlos Diniz

quarta-feira, 6 de março de 2013

Conjunção Lua-Spica


Manuel Rojas - 28/2/13 - 11:57 pm (hora peruana GMT -5) - 1/100 s - Iso 200

terça-feira, 5 de março de 2013

Astrônoma registra em imagens o 'caminho' feito pelas estrelas no céu

Meire Ruiz fotografou o céu em Itanhaém, SP, durante meses. Resultado final foi obtido com o empilhamento de mais de 100 fotos.



(G1) Uma astrônoma amadora de Itanhaém registrou, em imagens, a rotação do planeta Terra. Durante vários meses, Meire Ruiz observou e fotografou os céus da cidade do litoral de São Paulo até chegar ao resultado final. A imagem, que lembra bastante uma concepção artística, é resultado de dezenas de fotos originais que foram empilhadas por um programa de computador.

Segundo ela, para chegar ao efeito desejado, foram tiradas cerca de 100 fotos. "Usei 15 segundos de exposição para cada imagem, sem intervalo entre elas. Utilizei um programa específico para fazer o empilhamento das imagens, em uma sequência. É por isso que conseguimos observar o 'caminho' das estrelas'", explica.

segunda-feira, 4 de março de 2013

sexta-feira, 1 de março de 2013

Um Raio na Noite



(Sky and Telescope) A foto acima foi feita por Babk Tafreshi e foi publicada na edição de Abril de 2013 da revista Sky and Telescope. Essa imagem mostra um meteoro esporádico, ou seja, que não pertence a nenhuma chuva de meteoros catalogada cruzando os céus entre os chifres da constelação de Taurus, enquanto que o planeta Júpiter brilha à sua direita perto do aglomerado estelar das Hyades.

Essa foto foi feita usando uma câmera Canon EOS 5D DSLR com uma lente olho de peixe de 15 mm em f/2.8. A imagem acima foi obtida com uma exposição total de 55 segundos em ISSO 1600.