quarta-feira, 28 de maio de 2014

Nasa promove concurso para escolher melhor foto da Lua


(Olhar Digital) Em comemoração aos cinco anos de atividade da sonda Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO), a Nasa está promovendo uma campanha pela internet para escolher a foto que será a capa de um álbum em homenagem à Lua.

Pela internet, a agência espacial pede que o público vote em uma de cinco fotos que foram tiradas pela LRO, que desde 2009 registra imagens do satélite natural da Terra.

A votação vai até sexta-feira, 6 de junho, e a imagem vencedora será anunciada no dia 18, quando se completam os cinco anos desde que a LRO está no espaço. Seu lançamento, na verdade, ocorreu em 18 de junho de 2009, mas ela está em funcionamento desde 23 de junho daquele ano.

Depois será lançado um álbum intitulado “The Moon as Art” (algo como “a Lua como arte”), com 24 fotos. Para ver as candidatas e votar, clique aqui.

sexta-feira, 23 de maio de 2014

VII EBA - Encontro Brasileiro de Astrofotografia


Estão abertas as inscrições do sétimo EBA! Clique na imagem acima para detalhes.

sexta-feira, 16 de maio de 2014

Oito fotos sensacionais no espaço

Imagens estão entre as mais belas registradas pela Nasa


(O Globo) Do nascer do Sol à morte de estrelas; das constantes fotos do Sol a, quem diria, um "selfie" ao lado da estação espacial. É claro que ainda há uma infinidade de galáxias para explorar, mas, por onde passou, o homem já fez belos registros no Universo. Em homenagem ao Dia da Astronomia, comemorado no último dia 10, a Nasa listou oito impressionantes imagens do que foi visto por aí.

terça-feira, 13 de maio de 2014

As incríveis paisagens noturnas captadas por Nicholas Buer

Cada fotografia pode demorar de quatro a cinco horas


(Veja) Fotografias de paisagens requerem muita dedicação, principalmete se elas forem noturnas. E não é todo mundo que se submete a ficar quatro ou cinco horas durante a noite, no meio do nada, para capturar uma única imagem. O fotógrafo inglês Nicholas Buer, porém, é uma destas pessoas que gosta de estar do lado de fora, exposto ao frio ártico ou à aridez dos desertos. "Eu simplesmente adoro o sentimento de serenidade de quando estou sozinho na natureza", conta Buer, que fotografa o céu há quatro anos, de diversos lugares do mundo, como Chile, Austrália, Noruega, Islândia, Ilhas Canárias e Reino Unido.

Buer planeja tudo antes de cada viagem. Pesquisa tudo sobre o local que vai conhecer e sempre atenta para as fases lunares, para visitar o lugar no melhor momento. Ele diz que os ventos que trazem poeira para ele e seu equipamento é um dos maiores desafios. "Carregar o equipamento pesado por quilômetros até chegar nos pontos certos pode ser desanimador", afima. Além disso, Buer fala que passa muito mais tempo que o normal sem comer e sem dormir, mas quando está debaixo de um céu totalmente escuro, sem interfência de luzes artificiais, todas as dores vão embora. "Dizem que a melhor coisa da vida é a liberdade. Acredito que olhar a Via Láctea em uma graciosa noite é digno deste sentimento."

Buer diz que a claridade das ruas e das áreas residenciais pode encobrir a beleza das estrelas. E sugere: "Saia destes lugares e dirija alguns quilômetros para o escuro. Estes 'céus' estão mais perto das pessoas do que elas imaginam." Além de suas fotografias noturnas, ele também produz vídeos timelapse durante suas jornadas. Confira alguns vídeos e outros trabalhos do fotógrafo em seu site.
----
Mais imagens aqui

segunda-feira, 5 de maio de 2014