terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Júpiter e a grande mancha vermelha


Jailton César - SEASE

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Estação Espacial e Lua (AstroPT)


Clique na imagem para acessar a notícia

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Imagem Mostra a Cintilação da Estrela Sirius



(EPOD/Cienctec) A cintilação é a rápida flutuação no brilho e na cor de uma estrela. Esse efeito é causado pelas pequenas mudanças na densidade dos pacotes de ar chamados de células de visualização e que se movem através da linha de visada do observador. O índice de refração do ar é determinado, em parte, pela sua densidade. Essas ondulações causam uma pequena e momentânea desfocagem da luz da estrela resultando nas mudanças de brilho chamada de cintilação. Em casos extremos a posição da estrela também muda. A cintilação também produz rápidas mudanças de cores pois o ar é ligeiramente dispersivo, ou seja, o índice de refração varia ligeiramente com o comprimento de onda.

Tanto as variações em brilho e em cor são mostradas aqui nessa foto com 5 segundos de exposição da estrela Sirius, usando uma lente poderosa e que foi ligeiramente balançada durante a exposição. À medida que a imagem cintila variando ao redor do plano focal ela traça graciosos e coloridos arcos, se apagando em alguns lugares e acendendo em outros.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

A Grande Nuvem de Magalhães – Uma Galáxia Vizinha Próxima da Via Láctea

















(AAPOD / Cienctec) A imagem acima mostra a Grande Nuvem de Magalhães. Essa foto foi feita com 20 exposições de 60 segundos com uma câmera t2i em ISO 1600 usando uma lente de 85 mm f/1.8 parada em f/2.3 feitas em 29 de Outubro de 2011, somadas a 30 exposições de 30 segundos usando uma câmera Canon XSI em ISO 800 usando uma lente de 18-55 mm em 39 mm e f/5 feitas em 26 de Março de 2011. Essas fotos foram feitas na cidade de Cajon del Maipo a 50 km de Santiago no Chile, por Geert Vanhauwaert.

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Estação Espacial aparece ao lado da Lua em foto feita com câmera digital

ISS é vista como pequeno objeto no canto inferior direito do satélite. Imagem da Nasa poderia ser vista a olho nu em condições ideais.

























(G1) A Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) é vista como um pequeno objeto no canto inferior direito da foto, ao lado da Lua. A ISS aparece a uma altitude de 390,8 km da Terra e a uma distância de quase 322 mil km do satélite, mas a impressão que dá é de que eles podem se chocar. A imagem pôde ser vista com um par de binóculos e, em condições ideais, daria para admirá-la até a olho nu. Um fotógrafo da Nasa registrou a cena com uma câmera digital nesta quarta-feira (4), e a agência a divulgou nesta sexta (6).
----
Matérias similares no Cienctec e Radar Científico - Estadão