quinta-feira, 31 de julho de 2014

REGISTROS 7o. EBA - Fernando Pinheiro


IC 4628

terça-feira, 29 de julho de 2014

Cometa JACQUES no EBA


Paulo Cacella (Clique na imagem para detalhes)

quarta-feira, 23 de julho de 2014

ISS vista do céu


(UOL) O internauta Andrew Caldwell registrou a passagem da Estação Espacial Internacional de dentro de cemitério da Baía de Hawke, na Nova Zelândia.
----
Mais imagens aqui

quarta-feira, 16 de julho de 2014

Casal de romenos registra Estação Espacial cruzando o disco solar



(Apolo11) Observar a Estação Espacial Internacional cruzar o céu noturno é uma tarefa prazerosa e bastante fácil, mas fotografar o complexo orbital transitar na frente do disco solar já é outra coisa. É preciso estar no lugar certo, na hora certa e saber muito bem o que está fazendo.

A Estação Espacial Internacional, ISS, orbita a Terra a 345 km de altitude e executa uma revolução cada 92 minutos. E embora seja maior que um campo de futebol, Vista da Terra é apenas um pontinho que pode ser vista algumas vezes antes e depois do nascer do Sol.

Durante o dia, a presença do Sol e a dispersão da luz na atmosfera ofuscam totalmente a ISS, que passa completamente despercebida aos nossos olhos. No entanto, algumas vezes a Estação coincide de passar bem na frente do disco solar, ocasião em que sua silhueta pode ser observada através de um pequeno telescópio.

Sabendo dessa peculiaridade e conhecedores do fato de a Estação Espacial transitaria na frente do disco solar no dia 5 de julho, o casal de astrofotógrafos Maximilian e Eliza Teodorescu se prepararam para registrar em fotos o evento. E o resultado foi fantástico.

As cenas registradas pelo casal apresentam uma resolução extremamente elevada, onde se pode ver até mesmo os detalhes dos painéis solares do completo espacial, em conjunção com o grupo de manchas solar AR2104 e AR2107.


"Esta foi minha primeira tentativa de registrar a ISS com um sensor de imagens muito pequeno e grande ampliação", disse Maximilian. "Eu preparei a câmera para registrar a passagem em três frames e deu certo", completou.

Para Eliza, o momento foi simplesmente espetacular. "A ISS passou quase em paralelo à uma fileira de manchas. Enquanto a minha câmera seguia a ISS, uma após outra eram observadas passando ao fundo", destacou a astrofotógrafa.

Apesar das imagens mostrarem a ISS passando na frente do Sol, a aparente proximidade entre ambos é apenas visual. Enquanto a ISS está a apenas 345 quilômetros de distância dos observadores, o Sol está bem mais longe, quase a 150 milhões de quilômetros, 440 mil vezes mais distante.

O complexo orbital viaja a 27 mil quilômetros por hora e em um trânsito típico na frente solar a passagem dura cerca de 1.5 segundo.

Um show de imagens!

segunda-feira, 14 de julho de 2014

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Ocultação de Marte pela Lua - REGISTROS


Julio Vannini
Clique na imagem acima para acessar acervo.